Vitória! Tirar “fina” de ciclista finalmente deverá multar

A Mobicidade vem há tempos participando do Grupo de Trabalho do DETRAN/RS chamado “Segurança dos Ciclistas”, que envolve representantes do governo, EPTC, outras entidades pró-bicicleta de Porto Alegre, entre outros.
Participar em grupos como esse é uma luta constante, pois os envolvidos representam diferentes interesses, cada uma com diferentes formas de pensar. Infelizmente ainda há muita relutância, preconceito e desconhecimento sobre o tema da mobilidade urbana em bicicleta, sendo sempre desafiador vencer essas barreiras. Agradecemos em especial aos técnicos e direção do DETRAN/RS, que tem apoiado a luta dos ciclistas e sempre defenderam que a bicicleta tem que ser respeitada e deve transitar na via sim.
Nas últimas reuniões foi atingido mais um objetivo de nossa luta: a aplicação de multas aos motoristas que ultrapassam bicicleta a menos de 1,5m de distância (a chamada “fina”), conduta proibida pelo artigo 201 Código de Trânsito Brasileiro. Embora o CTB já previsse a infração como grave a multa como penalidade, a EPTC até então alegava não haver diretriz oficial sobre como deveria ser feita a aplicação da multa, e nos poucos casos onde um agente verificava essa infração, o motorista era autuado de acordo com o artigo 175 do CTB (direção perigosa), falhando no caráter educativo da penalidade, pois não ficava claro ao motorista a razão real da infração.
A partir de agora, conforme regulamentação do CETRAN/RS, os agentes passarão a multar motoristas que desrespeitem a distância mínima de ultrapassagem. Resta agora aguardar que a EPTC cumpra sua parte punindo os infratores.
Muitos motoristas não entendem o sentido dessa distância mínima de ultrapassagem. Da mesma forma que um veículo ultrapassa outro trocando de pista, esse é o procedimento correto também ao ultrapassar uma bicicleta. Tirar “fina” corre o risco de desequilibrar o ciclista, podendo causar um acidente grave ou mesmo a morte do mesmo, e infelizmente não são poucos os casos de amigos que não voltaram pra casa por conta de uma ultrapassagem dessas. Lembre que os ciclistas tem família, tem uma vida. Talvez possam ser um familiar ou amigo seu.
Confira a notícia e a resolução no site do CETRAN: http://www.cetran.rs.gov.br/?model=conteudo&menu=81&id=1084

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *