Mobicidade pede mais rigor na emissão e suspensão de licenças de motoristas profissionais

A Mobicidade enviou nesta terça-feira uma carta aberta ao prefeito de Porto Alegre José Fortunati e ao Secretário Municipal dos Transportes, Vanderlei Cappellari, tornando pública uma denúncia anônima de que o motorista que matou Joel Fagundes e, anteriormente, outras duas pessoas, continua dirigindo táxi na capital e exigindo mais rigor na emissão e suspensão de licenças de motoristas profissionais.

Confira a carta na íntegra:

taxis

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.