Julgamento Ricardo Neis

neis

E finalmente, após mais de cinco anos de espera, Ricardo Neis vai a júri popular. O julgamento ocorrerá nessa quarta-feira (23/11) a partir das 9h na 1ª Vara da Capital, no Foro Central de Porto Alegre (rua Márcio Vidor). Embora aberto ao público, são poucos lugares e haverá distribuição de fichas a partir das 8h30, lembrando que por se tratar de um tribunal não serão toleradas manifestações no interior do mesmo.

Relembre o Caso

Na noite do dia 25 de fevereiro de 2011, por volta das 19h, quando o grupo da Massa Crítica seguia pela rua José do Patrocínio, Neis após tentar forçar a passagem pelo grupo de 150 ciclistas, acelerou seu automóvel contra o grupo, atingindo diretamente 17 deles e provocando um verdadeiro boliche humano. O atropelamento foi todo gravado, e o vídeo correu o mundo inteiro, sendo noticiado em portais internacionais como o Telegraph, New York Times, BBC, The Huffington Post e The Guardian (clique sobre os nomes para ver as notícias).

Após muitas manobras da defesa, Neis ficou pouco mais de um mês na cadeia, conseguindo liberdade provisória. Além dos constantes adiamentos do julgamento, conseguiram a diminuição da pena para 11 tentativas de homicídio e cinco lesões corporais.

Arrependimento?

Em entrevista ao SBT RS nos últimos dias, Neis se declarou inocente e culpa os próprios ciclistas pelo atropelamento. Segundo o próprio o ato foi em legítima defesa, pois caso não tivesse acelerado o carro, os ciclistas teriam matado ele e o filho.

Ricardo no momento do atropelamento levava o filho para a casa da mãe no seu automóvel Golf. Ricardo tinha pressa. Ricardo achava errado os ciclistas estarem na pista. Felizmente não houveram vítimas fatais. Infelizmente Neis é apenas um reflexo da violência do nosso trânsito. Que a justiça seja feita.

#NãoFoiAcidente

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *