Enquete revela que 69% querem mais investimentos em ciclovias em Porto Alegre

Uma enquete realizada nesta terça-feira, 15 de abril, durante o programa Conversas Cruzadas da TVCom, mostrou que 69% dos portoalegrenses querem o aumento dos investimentos em ciclovias na capital gaúcha.

Essa notícia mostra que o governo está indo contra a vontade da população quando tenta aprovar projetos na Câmara que retiram garantias de recursos para a construção de ciclovias e educação para o trânsito.

Um comentário sobre “Enquete revela que 69% querem mais investimentos em ciclovias em Porto Alegre

  1. Apoio total às ciclovias pois além de motociclista também sou usuário de bicicleta como meio de transporte alternativo. Entretanto deve haver mais conscientização no tráfego de bicicletas onde existam ciclovias. Cito como exemplo as avenidas Edvaldo Pereira Paiva e Diário de Notícias onde ciclistas irresponsáveis trafegam sozinhos ou em grupos na pista de rolamento destinada aos veículos automotores tendo ao lado uma ciclovia, que por eles mesmo foi tão solicitada através de passeatas e manifestações. Então ciclistas, utilizem a ciclovia! Não queriam tanto um espaço exclusivo? (com justa razão) Pois então usem-no como eu quando utilizo minha bicicleta. Aliás, respeito faixa de contenção e de segurança, sinalizo e não ando na contra-mão. (o que não vejo ciclistas fazerem).
    Acho muito legal incentivar o uso das bikes como transporte alternativo ecologicamente correto. O que não aceito é o exagero de alguns sobre não usar veículos automotores.
    Interessante que a maioria dos que criticam o uso do automóvel, quando de suas férias não levam suas pranchas de surf ou suas bagagens na bicicleta mas nos seus carros ou de seus país. Aí o veículo automotor serve…
    Façam o que eu digo mas não façam o que eu faço. Velha frase mas acertada.
    A propósito, a crítica é construtiva. Gostaria a exemplo de países que visitei, que nossos ciclistas fossem tão ou mais educados do que os que vi em minhas viagens.
    Sugiro que organizações voltadas ao ciclismo criem campanhas que ditem regras acerca dos deveres dos ciclista e não somente dos direitos.
    (aliás nunca vi uma campanha a respeito).
    Responsabilidade e educação devem vir de todos!

Deixe uma resposta para Claudio Andrino Fanaya Cancelar resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *